quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

caboclo de lança

caboclo voa
na rua - lança
cantar de loa




Os caboclos de lança são brincantes do maracatu de baque solto (ou rural). São pessoas simples que sobrevivem do corte da cana, na zona da mata pernambucana. Eles se preparam o ano inteiro para as apresentações no carnaval. Só pra vocês terem uma idéia, a gola que eles vestem, bordada com vidrilhos e lantejoulas leva seis meses para ser confeccionada. E são os próprios caboclos que fazem o bordado. O maracatu rural é bem diferente do maracatu nação (ou de baque virado, de origem nagô). Tem uma orquestra formada por instrumentos de percussão e sopro, a música é a marcha e quando o Mestre "puxa" a loa (toada), a orquestra silencia e quando a loa termina a orquestra recomeça e os caboclos correm de um lado para o outro fazendo malabarismos com suas lanças. É lindo demais de se ouvir e ver. O colorido é belíssimo. Puxa, não dá nem pra descrever, moçada!
Foto: Fundação Joaquim Nabuco

***


PS: Mudando de assunto, não se esqueça do Boal... não entendeu? É o seguinte: Augusto Boal, criador do Teatro do Oprimido está sendo indicado ao Prêmio Nobel da Paz. Quem quiser enviar uma carta apoiando sua candidatura, (só até amanhâ, 31/01) desça algumas postagens abaixo e anote o endereço. Recado dado. Beijos.

6 comentários:

Moacy Cirne disse...

O carnaval continua nos dominado, não é? E viva o frevo! E viva a marchinha! E viva o maracatu! Beijos.

R.C disse...

O que me incomoda da indicacao ao premio nobel da paz e que ganharam esse premio: Yasser Arafat e Al Gore. Ta, ta bem, pra ele o premio teria um contexto diferente. Anyway! Algum dia eu volto ao Brasa vei de guerra.

bjx

Roy

sandra camurça disse...

ROY, entendo o seu ponto de vista mas veja por outro lado, tanta gente boa já ganhou o prêmio como, Nelson Mandela e Martin Luther King. Acho que se a gente não apoiar a candidatura de outros bons nomes, o nível vai cair, como já caiu: Al Gore é o fim da picada!
Beijos.

Ane Brasil disse...

Aff, preciso voltar a Pernanbuco... da outra vez que tive aí passei correndo, mal deu tempo de ver nada...
Ano que vem, Olinda me aguarde que vou subir e descer ladeira dançando frevo e tomando o pau do índio... e com certeza, vou dar jeito de ver um maracatu de baque solto.
Ah, vou lá votar no Boal sim, pó de chá!
Sorte e saúde pra todos!

Cássio Amaral disse...

seus haicais, eu os adoro! esses cablocos, quero sempre ter a alma desses cablocos... sempre!!!! na mais e imensa essência.
boal vou ver isso. putz, hoje é dia 31.

beijabraços.

p.s. repetindo:

QUERO CONHECER VOCÊ E MOACYR CYRNE, SE POSSÍVEL ESTE ANO.

Muita luz e saúde.

Cássio Amaral.

Marcelo F. Carvalho disse...

Carnaval não é o meu forte, apesar de ser louco pela Mangueira e admirar sua história (a do carnaval). Mas vamos à festa, com todas as delícias abcantes (como diz nosso capitão Pirata)!
____________________________
Augusto Boal é uma indicação justa e necessária. Salve, salve, Boal! Você já é noso nobel há muito tempo!
____________________________
Abraço forte!
Boa folia, Sandrinha!