sexta-feira, 25 de janeiro de 2008

a menina que comeu uma borboleta e criou asas e o menino que comeu um passarinho e ganhou um sol

queria voltar à infância...


6 comentários:

Acantha disse...

Vou junto... Amei a ilustração!!

ana maria costa disse...

És tão linda naquilo que escreves, Sandra.

Jens disse...

Belo e terno, Sandrix.
Eu, por vezes, também queria voltar no tempo. Só às vezes, jamais todo o tempo. A vida é bela em suas diversas fases.
Um beijo.

Vais disse...

Olá minha querida,
criança é o que há de melhor,
lindo, Sandrinha
cê viu lá no recanto, né?
adoro aquele.
curtiu o rivotrill?

beijão

RE disse...

Adorava quando era criança a brincadeira de roda que cantava assim:
"Bate que bate na casinha do beija-flor
bate que bate na casinha do meu amor..."

Vendo a arte das cores e da poesia veio imediatamente a imagem das brincadeiras de roda com as minhas amiguinhas de infância. (suspiro de lembrança boa)

Beijo, guria!
Bom findi!

Re

Rita disse...

a sutileza da infância vive sempre no poeta... Voltar á infância, pra quê, se a alma sempre permanece brincando nela?

Ganhaste uma nova leitora.

Um abraço!