domingo, 17 de outubro de 2010

Karina Buhr

Enquanto a blogueira que vos fala anda sem inspiração pra poesia (essas eleições estão tirando a minha calma...), que tal um pouco da música de uma artista promissora?

Karina Buhr é uma moça baiana mas veio pra Recife ainda criança. Começou sua carreira musical como percussionista do Maracatu Estrela Brilhante na década de noventa. Em 1997 formou o grupo de música regional Comadre Fulozinha.
Contemporânea do movimento manguebit, Karina participou como vocalista em várias bandas, como a Eddie, de Olinda. E agora partiu  para carreira solo, com um som mais pop mas visceral. Seu primeiro disco solo tem a participação de Edgard Scandurra (guitarra) da banda paulista Ira.
Mas chega de lero-lero, o melhor é curtir, ver e ouvir o sotaque pernambucano dessa baiana arretada!

 

3 comentários:

conradopreto disse...

Isso é combustível pra caneta no papel (ou dedos no teclado)!!
Não te como, Recife é sem dúvida uma fonte extraordinária de produção cultural. É muito bom mesmo! Etâ sotaque danado de bão sô!

Sandra, valeu por esta aplicação musical e pelo comentário no Latrinogênese!
Um forte abraço.

Roy Frenkiel disse...

Bacana demais,

bjx

RF

orlando pinhº d-silva disse...

muito boa a karina!