quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Chico Science e Cadão Volpato

Chico Science não necessita de apresentações, eu creio (ou será que superdimensiono sua fama?). Quanto ao Cadão Volpato acho que devo apresentar. Cadão, além de jornalista e escritor, é  letrista e vocalista do Fellini, banda paulista, pós-punk (não me perguntem o que isso significa), dos anos 80 que Chico Science e Fred Zero Quatro curtiram um bocado (eu também!).

Em 1992 Cadão formou outra banda com a cantora Stela Campos e mais dois integrantes do Fellini: a Funziona Senza Vapore, banda que não durou nem um ano, mas uma cópia doméstica das gravações do disco, em fita cassete, chegou ao Recife pelas mãos da Stela que a apresentou a Chico Science. Essa cassete tinha a música Criança de Domingo (Cadão Volpato - Ricardo Salvagni) gravada posteriormente por Chico Science & Nação Zumbi no disco Afrociberdelia (1996).



Essa música (linda!), por uma infeliz coincidência, tem os seguintes versos: "Eu sábado vou rodar/ criança de domingo/ sem saber guiar/criança de domingo...". Digo infeliz porque foi num domingo que Chico sofreu o acidente fatal enquanto dirigia o carro de sua irmã.

No ano seguinte à morte de Chico, o Fellini veio ao Recife tocar no Festival Rec-beat que acontece todos os anos em pleno carnaval recifense, e Cadão Volpato cantou uma das músicas que eu mais gosto do Fellini, dedicando-a a Chico Science. A música era Zum Zum Zum Zazoeira do disco 3 Lugares Diferentes (1987) que em seus primeiros versos diz:"Quando eu morrer/ uma nuvem de pó vai me suceder...". E mais adiante: "lá no Fundão/ morre mais um amigo do coração...". 

Eu estava lá e enchi os olhos d'água... Não era mais pra chorar, afinal Fellini é uma banda cheia de humor nonsense, um humor fino. Mas, naquela ocasião, fiquei com um nó na garganta...



Ah, ouçam as músicas em volume máximo! Ou, melhor ainda, com fone de ouvido.

8 comentários:

Jens disse...

Valeu, Sandrix. Teu gosto musical me apraz.

Beijo, bela.

Roy Frenkiel disse...

Oi, Sandra!

Hoje so passei pra divulgar a nova zoninha:

www.sumairracional.wordpress.com

Sinta-se em casa la, e tudo seu contribuido sera muito bem vindo!

bjx

RF

conradopreto disse...

Legal de mais! Não sabia da história de "Criança de Domingo" muito massa essa postagem, caramba!

sandra camurça disse...

Massa, Jens
Beijo

Roy, parabéns pela "zoninha" ;)
Beijo

Conradopreto, eu sabia que cê ia gostar: sei do seu gosto pelo "samba da minha terra" ;)
Beijo

Euza disse...

Menina, acredita que estou aqui há dois dias? Fiquei lendo, saindo, lendo, saindo... e resolvi comentar agora, antes que a roda da sorte me leve defintivamente.
Adorei. Tou cheia de impressões de Sandra Camurça! Dá pra gente se sentir mesmo num refúgio onde a música é de alta qualidade, os temas são muito bons e as escolhas traçam o seu perfil. Gostei mesmo. Só desculpe a demora, viu?
Um beijo.
ps. sem tempo e contra o vento, serei intrusa por aqui.

Vieira Calado disse...

Coisas que eu não conhecia.

Obrigado.

Saudações poéticas

sandra camurça disse...

Euza, bem-vinda! Sinta-se em casa. E grata pelo comentário tão gentil.
Beijo

Saudações, Vieira!

Abraão Carvalho disse...

Sensacional o post, também sou fã do Felline e minúcias desta história de Criança de Domingo não sabia, conhecia também Funziona Senza VApore, mas não como a música chegou até Chico. Grande abraço!
@abraaosoupower (twitter)