sexta-feira, 17 de outubro de 2008

o apogeu do cubismo

Três Músicos - Pablo Picasso


nada acabou
a aventura se renova
não linearmente
mas numa espiral crescente
está no ponto de mutação
quer queira, quer não
há um novo ensaio de revolução

4 comentários:

Moacy Cirne disse...

Um novo ensaio de revolução... Que Marx e Lênin te ouçam. Mas não seria o dadaísmo mais revolucionário do que o cubismo? Beijos.

sandra camurça disse...

sim pode ser sim não pode ser sim...rsrsrs...Picasso flertou com o dadaísmo e assim o cubismo só teve a ganhar!
Beijos, caríssimo Moacy!

sandra camurça disse...

...ou perder? aiaiai...começou a dialética...rsrs...

Jens disse...

Não tô entendendo nada. Mas tô gostando.