domingo, 10 de abril de 2011

infinito feminino


mais uma vez a união do meu traço com efeitos de computador

Hoje, segunda, às 17:00, resolvi acrescentar esse vídeo que acho que combina com o desenho, seja pelo efeito da multiplicação infinita, pela psicodelia ou pelo feminino. E essa música é ótima!


Recomendo também Tomorrow Never Knows dos Beatles, na qual os Chemical Brothers, com participação nos vocais de Noel Gallagher (Oasis), se inspiraram pra compor Let Forever Be.

4 comentários:

Jens disse...

Oi Sandrix.
Esta tua nova fase me remeteu direto aos anos 60/70. A combinação de cores lembra algo daqueles tempos lisérgicos.
O vídeo é supreendente. Nos meus 20 anos seria classificado como "muito louco" - como éramos todos nós, os malucos da zona sul.

Beijo, exploradora.

sandra camurça disse...

Oba! Oba! Jens, adoro os anos 60/70, em termos artísticos e musicais, claro.

Feliz por você ter gostado do desenho e do vídeo :D

Mas tem uns vídeos do Warhol e Velvet Underground muito mais "viajados". A maluquice atual é mais comportada.

Beijão

Loba disse...

o feminino é mesmo infinito, né? e seu traço valoriza esta infinitude.
qto ao vídeo, valeu tentar, tentar, tentar...(levei um tempão pra conseguir ver...rs...) beijo

sandra camurça disse...

Grata, Loba!

Pena que deu trabalho pra ver o vídeo. Essa demora pra carregar é um saco! Haja paciência! E pelo visto vc tem, né? :)

Grata, moça!

Beijos