segunda-feira, 30 de julho de 2007

acordou sem saber
se era segunda ou domingo...
era segunda
e abandonado entre lençóis
seus sonhos adormeceram

13 comentários:

Jens disse...

Sandrix lindix:
Mais que demais!

Marcelo F. Carvalho disse...

Segunda é a morte do romantismo! Ter que ir ao trabalho deixando o amor entre lençóis, adormecendo o sonho...
____________________-
Abraço forte!

Fernanda Passos disse...

Caramba. A segunda faz os sonhos hibernarem e, às vezes, até os mata.
Certeira na escrita.
Bjs.

Márcia disse...

Belo! Belo!

Ei, queria te mandar um convite pro POetas da Terra, quinta, 02.02, às 20 horas, no Sesc Santo Amaro, com os poemas de Cida Pedrosa. Imperdível. Mas não tenho seu e-mail. ;(

Vamos?

Beijo.

Jens disse...

Sandrix lindix:
vi teus comentários lá no Marconi (Justa indignação dos nossos patriotas). Adorei o teu estresse e a tua santa indignação.
Beijo
(Jens, na luta insana pelo pão e o bourbon de cada dia).

Marconi Leal disse...

Aha! Peguei o companheiro Jens em mais um ato de perfídia! "Adorei o teu estresse", é? Eis que lá no blog ele perguntou, nos comentários do mesmo post: "A Sandrix pirou?" O pilantra continua o mesmo! Quanto a mim, não tenho a mínima idéia do que a senhora quis dizer por lá, dona moça. O post não tinha absolutamente nada a ver com o governo Lula. Tava simplesmente detonando os brasileiros que não podem ver estrangeiros falando mal do país que se enchem de dores e, no entanto, ficam sentadinhos em seus sofás assistindo aos maiores descalabros sem fazer nada. A não ser que você estivesse falando sobre o post anterior. Nesse caso, discordo. Acho que o governo Lula tem que ser criticado, sim. E muito. Tanto ele quanto a oposição. Só vejo problema na crítica quando ela é parcial. Beijos.

Marconi Leal disse...

Por "sem fazer nada", aí acima, entenda-se: "sem fazer nada pra mudar a situação do país. E, no entanto, quando um estrangeiro o critica saem em defesa dele fervorosamente".

Jens disse...

Sandrix lindix:
Não permita que este ser malévolo que atende pelo nome de Marconi Leal contamine a nossa amizade com o germe da discórdia.
Quem diria que o cidadão em foco, teoricamente uma pessoa adulta e culta, é também um reles fofoqueiro.
Por isto o país está do jeito que está - até os nossos melhores cérebros foram infectados pelo jeito "Contigo" de ser. Tsc, tsc, tsc.. Dá pena...

Marconi Leal disse...

Ha! Fofoca! O astuto ainda vem dizer que eu é que faço fofoca! Não é à toa que movo mais de uma dezena de processos contra essa abjeta figura. Sinceramente...

sandra camurça disse...

Caríssimos Marconi e Jens, acho que deveríamos conversar sobre política numa mesa de bar. Que tal? Acho que aprenderia um bocado com vocês, afinal sou mais emoção que razão, fazer o quê? Talvez eu mude um dia...

Quanto a "fofoca", acho que entre vocês dois rola um clima faz tempo... assumam, rapazes, bissexualidade é algo tão normal. Falando nisso, por onde anda a índia sangue tupi, vulgarmente conhecida como Dr. Nicomar Lael? Ainda dança caboclinho?

Beijão pros dois.

Moacy Cirne disse...

Delicadeza. Simplicidade. Sonhos que adormecem. Segunda? Domingo? Tanto faz, entre os lençóis de uma auroreante manhã de julho, ou agosto, mesmo que esteja abandonado/a. Um beijo.

Vais disse...

Olááááá Sandrinha,
fiquei com saudades!!
Adoro seu despudor, tentei algumas vezes,mas no geral, não passaram do pensamento, rs... olhe bem esse furor, ai, ai, ai heim?, rs

um beijo grande

Acantha disse...

Tão bonito quanto o poema, é o comentário do MOACY, SANDRA. Reparou?? Beijos. E por onde você anda, Dona Menina??