quarta-feira, 4 de julho de 2007

pomba branca sobre gambiarra e urubu em teto de zinco quente


9 comentários:

Moacy Cirne disse...

Sandra, a sua plasticidade, como artista, continua me surpreendendo agradavelmente. Parabéns. Um beijo.

Moacy Cirne disse...

Cara Sandra, há um haicai seu no Balaio. Beijos.

Moacy Cirne disse...

Sandra, a alteração já foi feita. Na verdade, o erro foi meu, de digitação. Um beijo.

Marcelo F. Carvalho disse...

Sandra, sua arte, aliada com um rabisco de texto que estava na cabeça faz alguns dias, deixou meu espírito "acreditado". Por isso, peguei emprestado a sua plasticidade e colei junto de um texto. Obviamente sua arte é maior, mas como sou ladrão do belo...
Abraço forte!

Anônimo disse...

Oláááá Sandrinha,

tenho muito gostado das suas artes.
Dona Moça criei um blogue
www.recantodasformas.blogspot.com
Vai lá me visitar!

Beijos

Vais

Computador, tem hora, é o bicho rs

Moacy Cirne disse...

Epa, meu 4º comentário para a mesma postagem? Ah, não, vou comentar depois. Mas não se esqueça de passar no Balaio, viu?!? Beijos.

Pirata Z disse...

Sandra, salve, salve, paz e bem.
Depois, dá um pulinho no sítio do Fausto Wolff.
Alguém 'roubei' artes tuas daqui.
Avexa-tes?
Besito meu

Jens disse...

AH, seu eu tivesse uma funda! (ou atiradeira, não sei como se diz aí em cima).
Jens, ainda implacável.
***
PS: a blogosfera se curva ao teu talento. Muito legal. Parabéns!
Um beijo.

ACANTHA disse...

Lindo, Lindo, Lindo. Como tudo o que vc faz, SANDRA!! Bjs