quarta-feira, 12 de setembro de 2012



talvez escreva um poema mudo
talvez fale profundo
a última chuva que salva a lavoura
o mesmo choro me salva do mundo
talvez tchibumbo




4 comentários:

Ulisses Borges disse...

Tô gostando de ver! Postei hoje o teu poema lá no blog! Bjs!

sandra camurça disse...

Gracias!
Pois é, voltei!
Beijos

Raul Motta disse...

tchibumbo só se for profundo...

sandra camurça disse...

peguei esse "tchibumbo" de uma música do Luiz Gonzaga que gostava de usar onomatopéia em suas músicas :)
ah, tem que ser profundo sim!
beijos, moço