quinta-feira, 27 de setembro de 2012

miudezas


asa é de passarinho -
gente voa de sonho

#


bicho também sente -

se sonhar é gente

#


no meu molhado você chove de língua


#



teço o invisível em busca da delicadeza
do moído, do miúdo, do puído

seja lá o que for isso
no fundo, o silêncio
é um pouco ruído

#

invento pra me saber



2 comentários:

conradopreto disse...

Maaaaaassssssssaaaaaaaa!!! Bjo!

sandra camurça disse...

Oooobbbaaaaaaaa!!!
Beijos!