segunda-feira, 10 de setembro de 2012

o capital é o demo!


Uma colega de curso comentou comigo que a sonoridade da expressão laissez-faire (do francês: deixai fazer) era a mesma da palavra Lúcifer. Na hora não concordei. 
Hoje descobri (na Wikipédia) que a expressão é símbolo do liberalismo econômico, de que o mercado deve funcionar sem interferência, livremente.
Comecei a pronunciar laissez-faire repetidamente até pronunciar Lúcifer... Acho que minha colega tinha razão.


2 comentários:

Vais disse...

o inferno, Sandrinha
a danação do mal

:) beijos, queridonamoça

sandra camurça disse...

beijos e beijos, linda!