sexta-feira, 7 de setembro de 2012

liquidação da primavera




na vitrine multicor
nem sapato nem vestido
vale o cheiro da flor



4 comentários:

Raul Motta disse...

belo poema! deu até pra sentir o cheiro daqui...

P.S.:
o shopping é a estufa
a criar artificialmente
o consumidor...

sandra camurça disse...

Grata, Raul!
Beijo

Vais disse...

só vale o cheiro

um chêro, minha fulô

sandra camurça disse...

outro bem grande, Vais querida!