terça-feira, 3 de abril de 2007

um amor arretado!

meu amor por você
não acabou:
dorme comigo
encangado

virou-mexeu
tá acordado
fazendo cócegas
onde não devia...

3 comentários:

Mulher na Janela disse...

pense numa cócegazinha gostosa...ai ai...
uma delícia de leitura encontro por aqui, sempre tão serenamente descontraída e comprometida com os sem-fins da poesia...

um beijo!

Jens disse...

Cê tá cada de melhor.
Por coisas assim que eu fico mais e mais enfeitiçado pela dona do Refúgio. Um beijo e um abraço.

Acantha disse...

Publica vai??? Você escreve tão lindo!!!!