terça-feira, 8 de abril de 2008

na pedra que canta
nuvens líquidas são trovadores-
trova d'águas
tromba d'água
trovoadas

12 comentários:

Moacy Cirne disse...

Nos dois poemas, a presença da chuva, do inverno e, claro, das trovoadas (neste, mais concretamente). Aliás, os trovões de Caicó são famosos em todo o Estado. Mas disso você não sabia, né? Um beijo.

Regina Ramão disse...

Sandra:

Tenho saudades das trovoadas e das trombas d'água. Estamos enfrentando dias de estio aqui no sul. Há quem diga que os pampas vão virar sertão. Não duvido.

Beijo
Re

R.C disse...

Boa jogada, poetiza. Beijix!

RF

R.C disse...

"mas gosto de Warhol, de Woody Allen, de Coltrane, Miles Davis, Hendrix, Dylan, Ginsberg, Martin Luther king, e mais um bocado de uma moçada gente boa.
Quanto ao Brasil, bem,"

To aqui respondendo seu comment em casa porque quero ter certeza de que voce o lera. Voce nao imagina a ironia. Sou briguento e discutao, e muitas vezes imponho minhas opinioes, mas sem querer me desculpar, o mundo as impoem tambem, e eu nao tenho mais saco para essas, prefiro impor as minhas e ser odiado do que aceitar as desse mundo tedioso.

Digo isso pq hoje discuti a respeito de Warhol. Os demais que voce menciona, por exemplo, ao meu ver, rolariam em seus tumulos se comparados a Andy Warhol, rsss.

Olha, odeio esse cara, mas nao assim, de leve: Odeio mesmo. Vejo ele como a materializacao pratica do que eh problematico aqui e no mundo da arte. Mas, nunca falaria isso em uma postagem. So fico espumando de raiva, literalmente, quando leio o imbecil do Gerald Thomas elogiando o Warhol. Passo mal, Sandra, literalmente, fico doente. O motivo de meu silencio geral e ate minha falta de coragem de discutir com o proprio Thomas eh porque talvez seja eu quem veja algo errado. Porque para mim, Sandra, o bicha do Warhol (nao leve a mal, rsss) inventou de fazer xerox em caras de pessoas famosas (capitalisticamente falando, na otima) e ficou famoso. Porque nao entendo como alguem possa considerar o que ele faz por arte, rss, porque acho ele uma pessoa desinteressante, sem nada a acrescentar, chato e arrogante com cara de pum, rsssss.

Entao, ja que eu abusei do seu espaco a xinga-lo e voce manja e gosta de arte, no geral, sera que poderia me explicar o que faz esse cara de bom?

Ja, quanto ao Lula, discordo de voce e de minha comentarista anterior, a Tania. Acho que Lula eh um porteiro como meu antigo porteiro Levi. Um cara que, por si, nao eh nem responsavel nem irresponsavel por nada que acontece no Brasil. Eh mais uma face a ser xingada, como a de Bush.

Comente la sempre! E por favor, me responda sobre o Warhol, preciso de mais opinioes concisas a respeito do camarada. :P.

bjx

RF

sandra camurça disse...

Roy, eu gosta da bicha do Warhol, rsrsrs, como gosto do seu chará Roy Lichstenstein (vixe que esse nome é difícil, não sei se escrevi correto). Olha, cara, Não sou profunda conhecedora de arte, mas acho que naquela época (anos 60), tava todo mundo querendo ser da contra-cultura, todo mundo contestava: "o que é arte?" Hoje tem muita gente utilizando computador pra fazer arte, e pode crer, o computador faz, ás vezes, metade do serviço, é outra ferramenta, como o pincel, por que é que eu tenho que provar que eu sei dar determinada pincelada se o computador pode fazer por mim.você gosta do que eu faço, Roy? pois saiba que essa máquina que eu tou usando me ajuda bastante e o acaso também, o que não significa que eu seja desprovida de talento, acho que tenho sensibilidade pra perceber que forma e combinação de cores pode dar um resultado bonito. acho que é mais ou menos o que Warhol e Lichstenstein (não com computador, claro) faziam, sem falar que eles tb queriam torna a arte popular, tirá-la dos museus e brincar que nem fez Duchamp um pouco antes, pintando um bigode na Monalisa. e reproduzí-la sim, por que não? tirar xerox, etc tal Você gosta de Marcel Duchamp? Mas olha cê tem todo o direito de não ,gostar e eu não vou te odiar por isso. Quanto a Lula, puxa Roy, essa doeu, igualar Lula a Bush, é feito igualar Pinochet a Fidel Castro. Acho que tem diferença sim, mas prefiro não discutir política, me cansa pra caramba, ainda mais com uma pessoa que mora nos EUA...rsrs. Essa doeu em ti, não foi? Perdón, perdón...

Besito, me gusta usted, viu?
Viva México!
Viva America Latina! viva! viva! viva! rsrsrs.

PS: Mas concordo numa coisa com você, Warhol era chato e pedante. Mas veja bem não é nada fácil ser uma bicha louca nesse mundo, o cara tem que ser chato mesmo.
PS: escrevi um pouco apressada, espero ter sido clara.

Marcelo F. Carvalho disse...

Sandra, 10!
10! 10! 10! Desmistificado!
_____________________
Abraço forte!

R.C disse...

Rss Pena invadir seus comentarios, isso era papo pra sim, aprofundar um pouquinho. Mas serei justo contigo. Discordo, mas entendo seu lado. Nao gosto de nada que uma crianca de dois anos possa fazer, ou seja, isso de arte moderna que ainda requer explicacao nao eh comigo. Duchamp apropriou-se, pois, do talento alheio porque lhe faltava (para mim) e Warhol bem que podia reproduzir com cores coisas menos mainstream, como a famosa foto de Monroe, o que para mim foi desrespeito profundo ao trabalho, esse sim talentoso, do fotografo que a tirou em primeiro lugar. Nada contra a "contra-cultura" so contra a falta de apelacao artistica, mas estou so nessa opinia.

Sandra, so de novo esclarecendo, rs, comparei a responsabilidade de ambos presidentes. Ainda posso aprender o contrario, querida, mas por enquanto sei que quem controla la dentro nao sao os porteiros, e sim toda a patota. Mas nao comparo os valores e os feitos. So acho que voce gosta do Brasil porque vive ai. Talvez sendo eu um porra louca geografica, veja todos os paises mais ou menos do mesmo modo.

Gosto do teu blog, e te gosto tambem, obrigado!

bjx

RF

R.C disse...

Ah, tinha que dizer isso e me esqueci! Meu ex professor e doutor de filosofia eh uma bicha louca encantadora, mais velho do que o Warhol, as vezes pedante, mas doce, gente boa, pessoa admiravel e com a qual sempre adoro aprender.

bjx

RF

sandra camurça disse...

Roy, será que na intimidade Warhol não seria um docinho?
beijo, menino,
tu me dá trabalho, viu?
mas gosto das tuas provocações.
outro beijo

sandra camurça disse...

Sabe, Roy, relendo minha resposta, acho que não fui tâo clara, faltou falar muita coisa. mas não dá pra me estender muito. fica pra outra vez. Ah, sim, que qui cê acha do Tom Zé? ele diz que toca enceradeira porque como se considera um péssimo músico não tem muita diferença entre tocar um violão ou uma enceradeira?rsrsrs, pra mim ele é um artista, porque pensa, questiona, tem idéias.

Cássio Amaral disse...

sandra

poemas bons, metafísicos. mas o erótico aí embaixo é muito bom.

beijão.

R.C disse...

Bom, voce me pergunta, eu respondo, rsss. Gosto de algumas coisas que o Tom Ze faz sim, e por isso considero-o artista. Porque se voce disser que "artista" eh quem questiona, muitos somos artistas. Sei, por exemplo, que nao sou artista ate nao criar, realmente, algo novo, proprio, meu. Nesse sentido Duchamp nao so se apropriou da arte alheia, esta bem. E realmente, Warhol pode mesmo valer a amizade, voce tem toda a razao. Desculpe o trabalho dado! rss

bjx

RF