sexta-feira, 25 de março de 2011

3 desenhos meus (repeteco)

O peso do amor na corda bamba da vida

tricolor

cabeças

Editados originalmente em 2007

10 comentários:

dade amorim disse...

Post encantador, que mostra um talento múltiplo. Mas a gente já sabe que isso é próprio de Sandra Camurça.

Um beijo amigo.

pituleira disse...

Genial,genial,genial gata.Pituleira...

sandra camurça disse...

Dade, legal que você curtiu. Tou relembrando o que eu já fiz de criativo pra ver se a imaginação volta a funcionar de uma maneira mais lúdica :)
Beijo

Pituleira, o Bar do Ferreirinha é que é genial!
Beijo

Vais disse...

Dona Moça, sua, sua, sua, arteira
quando levei o tricolor lá pro toc!toc!toc! (você é um barato!)
fiquei super na dúvida entre ele e este O peso...
fofo, muito fofo

e o cabeças, ahahahah, cabeça boa a sua

beijos, querida

Loba disse...

gostei especialmente do primeiro. deu até vontade de escrever sobre.
os outros dois tb são ótimos. se tirar o título do segundo, invento mil histórias!
(até parece que sei. acho que hj tou com sindrome de escrevinhadora! rs)
beijo moça!

sandra camurça disse...

Vais, querida,
Eu "era" arteira, nos desenhos, nos poemas, nos pequenos contos... Mas vou tentar voltar a ser. É um processo, não dá pra forçar a barra, entende?
Beijo

Loba, bem-vinda ao refúgio!
e se os desenhos te inspiraram, fique à vontade pra inventar histórias, sinto-me lisonjeada :)
A propósito, já dei uma espiadinha no blog da Loba através do blog da Vais. Gostei! Qualquer dia desses volto lá pra fazer uma visitinha, viu?
Beijo

Marcello disse...

Humor, porção de ironia, pitada de crítica, mistura de cores, boa dose de criatividade.
Resultado?... Rá! Esse barato aí.
Abraço

sandra camurça disse...

Marcello, massa que cê curtiu "esse barato":)
Valeu!
Beijo

Roy Frenkiel disse...

Que bom voltar a blogoesfera e ver esse aqui, Sandrix.

beijao

RF

sandra camurça disse...

Ô, lindo! E que bom te ver por aqui!
Sei que não tem nada a ver mas tou lendo Persépolis, menino! tem muito mais coisa lá nos quadrinhos que na animação, claro, afinal um longa não pode dar conta de uma história em quadrinhos com mais de 300 páginas.
Tou adorando e chorando tb, é tudo muito triste...
Beijo, Roy