domingo, 25 de março de 2007

espiral

minha vida gira em ciclos
na roda mutante espiral
como os sulcos do disco na agulha
queima, arde em fagulha
exalando odor musical

Um comentário:

Acantha disse...

Rodas, espirais. Sugestivo.
Nunca pare de escrever, Dona Menina. E, para mim, não é favor algum vir aqui.
É um extremo prazer. Adoro fractais também.
Esse é muito lindo!