segunda-feira, 1 de outubro de 2007

Era uma vez...
Há muito tempo atrás...
Nunca mais
lúcido e lúdico
a me falar do mato, das flores
e do gado ruminando no pasto...

Sobrevida desprovida de sentido...


PS: Seu Maurício já saiu da UTI mas continua hospitalizado.
Mais uma vez muito obrigada pela força, pessoal.

5 comentários:

ACANTHA disse...

Que gosto de saudades, Dona Menina... Lindo, lindo!
E o beijo hoje vai para meu papai virtual, viu mana????

regina ramão disse...

O sentido continua, minha amiga, bem aí, dentro do seu coração, pois é este o lugar em que guarda com carinho o melhor que o seu velho lhe proporcionou.

Beijos carinhosos em você e no Seu Maurício.

Jens disse...

Bonito e simples, Sandrix.
Força!
Um beijo.

Vais disse...

Olá Sandrinha,
Tão singelo e simples esse poema.
Lindinha, muita força pro Seu Maurício e pra você, vocês.
Beijo grande

Fernanda Passos disse...

Ô Sandra as vibrações positivas continuam a chegar aí. Os ventos do Mará levam até vc.
bjs.