terça-feira, 16 de outubro de 2007

nosso amor

dê-me uma lua cheia
que eu te dou o sol mais quente
e ninguém verá eclipse mais obsceno que o nosso

7 comentários:

Acantha disse...

ADOREI!!! Você voltou inspiradíssima!!!!

vais disse...

Olá Sandrinha,
Tá com a corda toda, heim?
Otésimo, 'eclipse mais obsceno'.
Beijos

César xrmr disse...

Isto sim é eclipse total !

Jens disse...

Sandrix:
Belo e terno.
Um beijo, bela.

Moacy Cirne disse...

Um poema porreta, cara Sandra. Pra lá de qualquer eclipse! Beijos.

Marcelo F. Carvalho disse...

Eclipsamos todos esperando que as tuas palavras nos ilumine.
_______________
Abraço forte!

Moacy Cirne disse...

Oi, Sandra, há um eclipse amorosamente obsceno no Balaio. Beijos.