quinta-feira, 11 de outubro de 2007

"Eu Pixo" + um meme

qqqqq
p
Recebi um meme (Ô tarefinha...Brincadeirinha...rs) da minha querida Vais. O negócio é o seguinte: pegar o livro mais próximo (que esteja lendo, ou não), abrir na página 161, escrever a quinta frase e fazer um comentário sobre a obra. Lá vai...

O livro: Mate-me Por Favor: Uma História Sem Censura do Punk, Vol.I de Legs McNeil e Gillian McCain. (Será que eles são sobrinhos do McDonald? Brincadeirinhaaaa)



A frase: Então eu disse: “Seja legal com esse tal de David Bowie. Além do mais, ele é bonito e quero conhecê-lo. Então vamos nessa.” (Coloquei quase um parágrafo inteiro, né? Não resisti...)


O comentário: Através de entrevistas o livro narra a história da cena punk novaiorquina nos anos 70. Lá estão figuras como Iggy Pop, Debbie Harry, Nico, Patty Smith, Joey Ramone, entre outros que fizeram ou de alguma forma estavam envolvidos com a cena punk de Nova York. Se o livro é bom? Bem, não é essencial, se é que existe livro essencial. Mas pra quem curte a patota acima é, digamos...interessante.



Quem quiser seguir adiante o meme do livro, vai em frente. Deveria indicar 5 pessoas mas vou deixá-los (las) à vontade.
p
Ah, sim, o desenho acima fui eu que fiz mas é copiléfiti. Nem precisa citar meu nome. Sou inteirinha de domínio público, em versos e cores, uuuuiii, senti um arrepio! Mas que ninguém se aproprie do que é público, senão senão, aiaiai!

5 comentários:

Vais disse...

Valeu Sandrinha!
Dona Moça, quem dera as pixações fossem que nem as suas grafitagens.
Porque existe uma diferença, e ai, vou ser chata, (risos)vejo as pixações, pelo menos aqui, uma demarcação de território entre as gangues, o entendimento só fica entre eles.
Beijo Enorme

Jens disse...

Oi Sandrix.
Pichação? Punks? Domínio público? Sempre subvertendo a ordem, lindinha? Dou força.
Gosto muito de você, leãozinho.
Um beijo. Arriba!

Acantha disse...

Pode pixar meu muro, SANDRA. Ou grafitar. Ou escrever. Você pode tudo!

sandra camurça disse...

VAIS: não sou especialita no assunto (aliás não sou especialista em nada) mas já li em algum lugar que pixação também é grafite (do italiano, graffiti), inscrição feita num muro desde a época do Imperio Romano. Assim sendo, uma frase de protesto ou um poema de amor escrito num muro também é pixação, que não seria apenas aquelas "tags" (que acho bem legais...rs) feitas pra marcação de território.
Beijão.

JENS: escrevo pixação com "x" mesmo porque acho mais bacana...rs. Grata pela força mas sou uma grafiteira (ou pixadora) muito covarde, só grafito virtualmente... Beijos

ACANTHA: Menina, não estimula que eu "pinto e bordo" no teu muro, viu? (risos). Beijos.

Fernanda Passos disse...

Anarco-punk, sem domínio, sem autoria...publicizada na tua arte. Tua Sandra talentosa.
bj.