sexta-feira, 27 de outubro de 2006

dois pensamentos

Nem tudo que tem significado é racional

*********

ame-o ou deixe-o.
retificando
ame-o(a), deixe-o(a) livre.

8 comentários:

Felix disse...

Sandrinha, minha amada mora longe, e assim deixo-a livre. O q fazer? Mtos bjs.

sandra camurça disse...

Não sei, Felix, sinceramente não sei...e não me arriscaria em dar conselhos em se tratando de assunto tão delicado. Beijos loucos de ternura.

Antonio disse...

Que papo é esse do seu amgo Felix? Tds os homens e mulheres devem ser livres. Como anarquista até certo ponto pois tb vou votar em Lula, acho q vc me convenceu, e o seu post acima tá mto bonito, naum acredito em cadeias sentimentais, viva o amor livre entre as pessoas q se amam de verdade. Bjs.

sandra camurça disse...

Valeu, Antônio! Viva o Amor Sublime! Também não acredito em cadeias sentimentais, só se for do tipo cadeias alimentares: João que come Maria que como Rodrigo que come Isabel que come Diogo que come Ana que come Lara que come Raul que come Ernesto que come... Beijos. :D

Felix disse...

Sandra: Será que sua amiga Flor concorda com tudo isso? Ela me parece uma pessoa muito recatada. Bjs.

sandra camurça disse...

Sim, ela defende tudo isso, ela não gosta do casamento burguês mas, assim como a maioria dos mortais, tem dificuldade em por em prática esse comportamento libertário porque existe um "bichinho" imaturo, cheio de egocentrismo e vaidade chamado "ciúme", contra o qual ela luta pra não sentir e também para quem a ame não o sinta. E você, Félix, o que me diz disso tudo? Beijos.

Félix disse...

Naum sou ciumento, a naum ser em pequena escala: 3/10, ou 2/10, digamos. Na medida certa, né? Bjs.

sandra camurça disse...

Ótimo, ela vai gostar de saber disso :) Beijos.