terça-feira, 20 de maio de 2008

uma vida em 18mm

surgiu assim, diante de mim, do nada, uma folha em branco. não sei exatamente o que escrever. poderia rasgá-la mas acho que não devo... uma nova história precisa ser criada, não assim, do nada. mas a partir das minhas angústias, minhas ansiedades, meus sonhos... só preciso de uma câmera na mão porque não quero escrevê-la, nem desenhá-la, quero rodá-la em película, quero movimento... AÇÃO! plano seqüência girando-girando...subindo-descendo...avançando-recuando...ondulando... CORTA! e no fim, projetá-la numa tela em branco que surgirá assim, diante de mim, do nada...

13 comentários:

orlando pinhº d-silva disse...

camurça:
uma câmera na mão.
sua vida na cabeça.
na tela toda sua alma nua.

Jens disse...

Sandrix:
Vou assistir na primeira fila. Aplaudir no final. E pedir bis.
Beijo.

Pirata Z disse...

me chama pra avant premiere, sim?
besito

R.C disse...

Voce traduziu em palavras uma de minhas mais frequentes sensacoes.

bjx

RF

Vais disse...

Sandrinha,
querida, eu daqui, tô de pé, gritando, batendo palmas, rindo (as lágrimas podem vir, é emoção), pedindo mais, antes do filme acabar.
vou te contar, entusiasmo não falta, ahahaha
amei este filme
beijos beijos

Moacy Cirne disse...

giragirando iragirando sim e não filme e emoção emoção e filme: diante de você e da tela em branco, todos nós. beijos abraços.

Beti Timm disse...

É isso aí Sandrix, vida é ação, pique, movimento, muito gira-gira,muita emoção à flor da pele!Bjos frenéticos!

Moacy Cirne disse...

De fato, Sandra, foi uma noite inesquecível. Por falar nisso, consegui outra imagem melhor para mostrar a bandeira lembrando o grande Cartola e já fiz a devida substituição.
Beijos.

mario cezar disse...

nenhum verso alcança
o avesso
da carne

Marcelo F. Carvalho disse...

E essa não é a vida da gente? E não somos nós a caneta? o Diretor?
E não somos essa "lindeza" de cores e de nada! E de tudo!
______________________
Abraço forte!

Jens disse...

Esqueci de dizer: duca o cabeçalho.

Regina Ramão disse...

Luz, cêmera, ação... Roda, roda e agita...esta vida em ebulição.

Beijo, guria!
Bom findi

Re

Cris disse...

Legal essa do filme ( figurado ou não ). Legal quando somos nosso próprio protagonista ( não falei que não dói ).

beijão.