segunda-feira, 24 de setembro de 2007

o poema invisível ou ilegível ou camuflado ou...


6 comentários:

Jens disse...

Sandrix:
Os bauretes estão soltos! Socorro!

César xrmr disse...

hmmm... acho que eu consegui ver... =)

Marcelo F. Carvalho disse...

...ou labiríntico, com vida camuflada e quase invisível no corredor. Lindo.
___________________________--
Abraço forte!

Zeca disse...

Sandrix:
Se eu não te amasse tanto assim...

adelaide amorim disse...

Alguma coisa quase nos fala... Deve ser ele. Os poemas às vezes são caprichosos...
Um beijo.

Acantha disse...

Quase se vê o poema que flutua..